Função:

Esse é um blog sem finalidade financeira,somente uma forma divertida e curiosa de passar o tempo,aberto a sugestões,comentários e criticas.

sábado, 12 de março de 2011

sexta-feira, 11 de março de 2011

Pegadinha do Malandro!


(Mais uma vez um post curto mas porem muito engraçado/babaca)

Animator Vs. Animation II

Esse post. será mais curto que os outros mas porem muito mais divertido,será somente um video mostrando uma batalha entre o Animador e sua Animação:









(Cuide bem do seu computador ou é melhor ter um ótimo anti-vírus )

Mente Poluída:

Bom como todos já sabem eu tenho 14 anos (adolescente) e nessa idade não é nada diferente se ter uma mente "poluída",agora irei mandar um teste que é quase certo,ai vão algumas imagens provando que VOCÊ leitor também não é nenhum santinho:



Espera chegar em casa....
Prefiro nem comentar...
Caralho! (unica palavra que pode definir isso)



(Esse post. foi meio curto mas porem muito babaca,em breve postarei mais conteúdo,Obrigado)

quinta-feira, 10 de março de 2011

Visões diferentes:

Visão do Carioca:
Visão do Paulista:
Adicionar legenda

Que bandido foi preso mais vezes no mundo?

Foi a americana Ella Orko, de 87 anos. Nem a Interpol, nem o FBI, nem qualquer organização policial do mundo elaborou um ranking oficial do tipo, mas dificilmente algum criminoso supera a “vovó”. Ao longo da vida bandida, ela já foi mandada para o xilindró nada menos do que 61 vezes. Na última, em junho do ano passado, foi flagrada tentando surrupiar embalagens de salmão, pacotes de pilhas, frascos de café instantâneo e potes de cremes antirrugas de uma loja. Ao todo, sua ficha criminal contabiliza 13 condenações, a maioria por furto em lojas e supermercados. Figurinha conhecida da polícia, a larápia viu o sol nascer quadrado pela primeira vez em 1956, aos 33 anos. Para dar um basta na carreira de contraventora, os promotores de Justiça sugerem que agora ela passe a ser monitorada eletronicamente.




(não me sinto mais culpado de roubar as moedinhas da minha avó)

É possível viciar um dado?


RECEITA CASEIRA

Dados assados chegam à mesa com poucas surpresas
1. Para aumentar as chances de o dado cair com o número escolhido apontado para cima, basta aquecê-lo em um forno a gás por dez minutos, ou no micro-ondas por um minuto

2. A face viciada fica voltada para cima. O calor derrete o dado sem deformá-lo e faz o material interno se acumular na parte de baixo, que fica mais densa. Isso aumenta as chances de ela cair voltada para baixo

3. Após esfriar, é a hora do teste. O dado viciado cai mais vezes - mas nem sempre - apontando o mesmo número. A eficiência varia conforme o material do dado e o tempo de aquecimento
• Um inconveniente de usar o forno convencional ou elétrico é que o dado pode mudar de cor, denunciando o truque
Agora sei porque sempre perco no WAR.

Gráficos Bizarros/Engraçados:



3 Doenças Bizarras e Estranhas:

1. SÍNDROME DO SOTAQUE ESTRANGEIRO
Após sofrer uma pancada ou qualquer outro tipo de lesão no cérebro, as vítimas desse distúrbio passam a falar com sotaque francês... ou italiano... ou espanhol. A língua varia, mas, na maioria dos casos, as vítimas desconhecem o novo idioma. Segundo cientistas, a pronúncia não é efetivamente estrangeira, só dá a impressão disso. Pesquisadores da Universidade de Oxford, na Inglaterra, acreditam que o sintoma é causado por um trauma em áreas do cérebro responsáveis pela linguagem, provocando mudanças na entonação, na pronúncia e em outras características da fala. Um caso bem recente da síndrome do sotaque rolou com a britânica Lynda Walker, no mês passado. Após um infarto, Lynda acordou falando com sotaque jamaicano.


2. SÍNDROME DE CAPGRAS
Após sofrer uma desilusão com o cônjuge, com os pais ou com qualquer outro parente, a pessoa passa a acreditar que eles foram seqüestrados e substituídos por impostores. O sintoma por vezes se volta contra a própria vítima: ao se olhar no espelho, ela também acredita que está vendo a imagem de um farsante. Neurose total! O problema tende a atingir mais pessoas a partir dos 40 anos e suas causas ainda não são conhecidas. A síndrome foi descoberta pelo psiquiatra francês Jean Marie Joseph Capgras, que a descreveu pela primeira vez em 1923. Em graus mais extremos, a vítima acha que até objetos inanimados, como cadeiras, mesas e livros, foram substituídos por réplicas exatas.



3. SÍNDROME DE ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS
Doença que provoca distorções na percepção visual da vítima, fazendo com que alguns objetos próximos pareçam desproporcionalmente minúsculos. O distúrbio foi descrito pela primeira vez em 1955, pelo psiquiatra inglês John Todd, que o batizou em homenagem ao livro de Lewis Carroll. Na obra, a protagonista Alice enxerga coisas desproporcionais, como se estivesse numa "viagem" provocada por LSD. As vítimas da síndrome também vêem distorções no próprio corpo, acreditando que parte dele está mudando de forma ou de tamanho.